Como descobrir o meu estilo na fotografia?

Ao iniciarmos a nossa jornada na fotografia, muitas dúvidas sobre o nosso estilo começam a surgir. Queremos fazer um pouco de tudo e procuramos referências que nos inspiram. E está tudo bem! Procurar referências, estudar, reproduzir estilos estéticos e desafiarmo-nos tecnicamente é muito importante! É assim que exercitamos o olhar e desenvolvemos o nosso gosto pessoal.

Eu, por exemplo, passei por uma fase - e ainda passo - de ficar em sites de fotografia tentando encontrar algo que me deixasse empolgado a ponto de querer fazer algo semelhante. Isso era desde o tipo de fotografia (comida, paisagem etc), até a forma como eu editava fotos. Provavelmente minha época mais vergonhosa foi quando tentava editar todas as minhas imagens em estilo retrô, com poucas cores e muito ruído. No fim, eu perdi a chance de ter várias fotos coloridas e lindas porque estava muito focado em fazer de uma só maneira.

Mas isso foi importante, porque eu pude perceber que, apesar de gostar da estética retrô/analógica, eu gosto que cada série fotográfica tenha o seu próprio conceito. Eu aprendi e continuo aprendendo. Porém, o que me fez descobrir o meu próprio estilo foi parar de olhar os outros e começar a olhar para mim mesmo.

Ephemerality, 2018. - Jonathan Holdorf

Ephemerality, 2018. - Jonathan Holdorf

Aceite a sua bagagem cultural

Todos nós nascemos em realidades diferentes, vivemos em situações únicas e interpretamos o mundo ao nosso redor de maneira singular. Isso é maravilhoso, pois nos permite descobrir infinitas possibilidades em tudo o que fazemos. Aceitar a nossa bagagem cultural é entender que o nosso olhar é tão importante quanto o olhar do outro e, também, que o espectador pode não interpretar a sua fotografia da forma com que você desejou a princípio. E isso é ótimo!

Deixe que as suas experiências falem com você. Inspire-se pelo que você aprendeu durante a sua vida, adapte ideias do passado e transforme-as baseando-se no que você é hoje. Este é um exercício de autoconhecimento, de entender que cada pessoa é diferente e que isso faz com que a arte seja mágica.

Entenda os seus gostos pessoais

Às vezes, ao fotografar, ficamos tão presos em procurar referência apenas em outros fotógrafos, porém o que realmente transforma o nosso estilo é olhar para todas as mídias possíveis. Filmes que assistimos, músicas que ouvimos, livros que lemos, pessoas que admiramos - tudo isso ajuda a transformar o nosso estilo. Quando sabemos do que gostamos, entendemos um pouco mais sobre nós mesmos. O que te empolga naquele clipe de música? O que te chamou a atenção naquele filme? Quais cores foram usadas? Quais enquadramentos mais se destacam?

Em livros, por exemplo, que vemos apenas palavras e temos sensações: quais são essas sensações? O que você poderia traduzir de palavras para uma imagem? Qual sensação do livro você pode replicar em uma fotografia?


Faça este exercício

Escolha 5 tipos de arte diferentes: livros, músicas, video-clipes, filmes, pinturas etc. De preferência, que sejam as que você mais gosta. Precisa ser algo que realmente converse com o seu interior. Agora estude cada uma delas. Descreva características únicas que cada uma dessas artes compartilham entre si. Pode ser desde o enquadramento até a temperatura de cor usada. Deixe fluir. Não há regras. Mas busque ao máximo características em comum nelas.

Agora que você listou as características do que você gosta, tente buscar as mesmas características em fotografias que você já tem. Não é obrigatório que você encontre absolutamente todas as mesmas características; a ideia é que você perceba as semelhanças entre o que você cria e o que você admira.

Tente repetir isso sempre. Tente incorporar o que você ama no que você produz. Não copie, inspire-se. Transforme sua arte e deixe-a fluir a partir de toda a sua bagagem cultural.

Você vai perceber, com o passar dos anos, que os seus gostos pessoais irão mudar e, automaticamente, o resultado visual das suas fotografias também mudará. Confie, isso aconteceu comigo em menos de dois anos.


Gostou das dicas? Tente aplicá-las sempre que possível. Caso tenha interesse, eu preparei um curso online chamado Descubra o Seu Estilo que trata justamente sobre este assunto e te ajuda, na teoria e na prática, a transformar o seu estilo fotográfico.

E se você curtiu esse tipo de conteúdo, peço que deslize a página um pouco mais para baixo e inscreva-se na minha newsletter. Lá, converso com você sobre o mundo, arte, fotografia e trago conteúdos exclusivos para você!